1999

Janeiro Dezembro
Algures em 1999 Pátio 1 - Júpiter, Saturno, céu profundo e estrelas duplas
Pátio 2 - Messier 103 e Iota Cas

Algures em 1999

O Sol a nascer...

Nascer do Sol no ERAA IV
Nascer do Sol no ERAA IV
Canon IXUS APS 400 ASA - Auto

Pátio 1 - Júpiter, Saturno, céu profundo e estrelas duplas

1999.12.06
Pátio (Leiria 39.75N 8.82W alt. 60m)
22:30 às 24:00 UTC
Céu com muita P.L, fumo das lareiras. < de 10 graus mag. 4 max
Meade ETX 90EC com autostar

O ETX estava com mau contacto numa das fichas do cabo, o que estragou muito a sessão. Depois do cabo arranjado, fiz um alinhamento à pressa, e acertou nalguns e ficou um pouco ao lado noutros (para não variar), mas ficava sempre nas redondezas. Acompanhamento sideral satisfatório, com pouca vibração.

Grande Nebulosa de Orion (Messier 42)

Muita poluição luminosa, pouco contraste. Trapézio bem definido (4 componentes) a 66x.

Júpiter

A melhor observação deste planeta até ao momento. Trânsito do satélite Io. Pequeno ponto negro (sombra) bastante distinto no equador. Verificado por JupSat95. As 4 bandas equatoriais bem distintas com bastante detalhe (franjas). Acompanhei 10 minutos (depois o cabo do autostar berrou). Tentei a ocular de 15mm com Barlow (166x) e ficou muito pouco definido e difícil de focar.

Saturno

Finalmente a Cassini apareceu (66x e 133x). Bem delineada e sombra dos anéis no planeta. Pequena diferenciação nos pólos. Julgo que observei 2 a 3? satélites.

Eta Cas

Binária bastante interessante com duas estrelas de magnitude bastante diferenciada 3.4 e 7.4 e com uma separação de 12,8"

Duplo Enxame de Perseu (C14) (NGC 884/869)

Bastante estrelas e com os dois núcleos bem distintos mas devido à poluição luminos pouco interessante.

Saturno

Vista de Cassini difícil

Júpiter

3 Bandas pouco definido.

Depois dos planetas desaparecerem atrás do prédio do vizinho, fui tentar localizar os objectos mais significantes na constelação do Cocheiro (Auriga), que a esta hora estava a aproximar-se do zénite.

Messier 38 (mag. 6.4)

Apesar das condições, deu para ver que este enxame aberto é constituído por muitas estrelas de magnitude 7 a 8, e em alguns momentos, notava-se um grande número. A rever num céu mais escuro.

Messier 36 (mag. 6.0)

Este enxame é constituído por estrelas de magnitude menor (entre 5 e 6). Mostra também uma concentração maior no núcleo. Na ocular (1 grau) deu para contar cerca de 50 estrelas.

Messier 37 (mag. 5.6)

Este enxame apresenta uma concentração invulgar para um enxame aberto. Muitas estrelas de baixa magnitude. Parece quase um enxame globular (num telescópio de maior abertura). Provável candidato à lista de melhores objectos para o ETX.

De seguida passei à constelação do Touro (Taurus). Dei uma olhadela rápida às Plêiades (Messier 45) e Hiades (C41). Tentei encontrar a Nebulosa do Caranguejo (Messier 1), mas foi impossível devido à PL.

NGC 1647 (H 55

Enxame de grandes dimensões (45.0') muito espalhado, mas interessante.

De Touro passei para a Orion. Dei outra olhada rápida às nebulosas (Messier 42/Messier 43) e tentei encontrar a Messier 78, mas como a noite não estava para nebulosas, dediquei-me às estrelas binárias (e num caso múltipla).

Delta Orionis (Mintaka) [2.25] (SAO 132220)

separação de 51.7" com a [6.77] bastante fácil. São ambas duplas

Sigma (σ) Orionis [3.77] (SAO 132406)

Múltipla com separações de 12.9 com a [6.81] e 41.5 [6.58]. Interessante e a rever.

Lá perto em Monoceros (Mon) estava outra binária:

8 Epsilon Monocerotis [4.39] (SAO 113810)

Separação 12.3" com [6.72].

E ainda a os seguintes objectos NGC 2237 [5.5] (C49) que é a "Rosette Nebula" da qual não consegui ver nada, apenas consegui observar o enxame aberto NGC 2244 [4.8] (C50) que está supostamente no meio da nebulosa. A tentar numa noite mais escura.


Pátio 2 - Messier 103 e Iota Cassiopeiae

1999.12.15
Pátio (Leiria 39.75N 8.82W alt. 60m)
9:30-11:00 UTC
Poluição luminosa e fumo de lareira
ETX 90EC com Autostar
TeleVue Panoptic 19mm, Meade Plossl 4000 15mm e Barlow 2x #126

Pouca coisa, mas aqui vai...

Messier 103 (mag. 6.0)

Enxame aberto com uma disposição interessante das estrelas que o compõem.

Iota Cassiopeiae [4.46] SAO 12298

Sistema triplo.